Rua Cantagalo, 74 - Tatuapé
(11) 2227-9797
contato@onlinegroup.com.br

Redundância e alta disponibilidade na nuvem.

Redundância e alta disponibilidade na nuvem.

Plano de redundância - Continuous Cloud

Possuir um plano de Redundância não é mais uma opção – é uma necessidade para as empresas que priorizam a segurança do seu ambiente de TI!

 

Qualquer empresa, independente do seu porte ou segmento, precisa manter a continuidade e estabilidade dos processos e aplicações dos seus negócios. Isso porque elas dependem de todos os seus recursos para manter a sua sobrevivência. Entretanto, alguma dessas organizações não presumem a possibilidade de acontecer eventualidades que possam comprometer na disponibilidade do seu sistema.

Todas as organizações, por mais sólidas que estejam no mercado, estão sujeitas a sofrer com eventos interruptivos caso não tenham algum plano ou estratégias delineadas. Por isso, o cenário ideal é que elas estejam preparadas para imprevistos contando com um plano de contingência que tem como finalidade evitar danos financeiros e falhas tecnológicas.

 

Riscos de manter todas as informações em um local

 

Quem opta por manter um Data Center interno, por se sentir mais seguro em manter o servidor dentro de casa, acaba se tornando mais vulnerável à instabilidades, colocando em risco a perda de suas informações vitais.

Isso acontece porque dificilmente um ambiente dentro de uma empresa irá suprir a necessidade de uma infraestrutura robusta para manter a segurança dos dados armazenados. As informações armazenadas em uma infraestrutura interna em um ambiente não apropriado sofrem com o risco de acontecer catástrofes que prejudiquem o servidor, como:

 

  • Desastres naturais– Catástrofes causadas diretamente pela natureza. Exemplo: tempestades que resultem em uma inundação, quedas de energia, deslizamentos, entre outros desastres.

 

  • Falhas de software– As falhas de softwares podem ser provocadas tanto em falhas de autorização que permite o acesso aos dados confidenciais à usuários não autorizados, quanto em falhas na criptografia de dados, por exemplo.

 

  • Falhas humanas– Um dos exemplos de falhas causadas por humanos, que se não forem orientados e treinados adequadamente, pode resultar na exclusão de dados e informações, modificações ou erros de configurações que prejudiquem o seu sistema.

 

Cenário

 

Em um cenário hipotético, imagine uma empresa consolidada que está atuando há mais de 25 anos no mercado, com um servidor alocado internamente e uma alta demanda de clientes que dependem da disponibilidade dos seus serviços. Ocorre uma inundação dentro dessa organização, atingindo todo o ambiente de TI, afetando os servidores e máquinas, resultando na perda de todas as funções e informações. Seria um grande prejuízo, não é mesmo? 25 anos no mercado prejudicados por uma eventualidade que poderia ter sido evitada.

E é exatamente para isso que hoje existem os planos de contingência. O plano de contingência atende a necessidade de uma empresa de manter a estabilidade das suas transações, evitando futuros transtornos e não deixando que seu sistema fique em situações de risco.

Vamos entender um pouco mais sobre o conceito de Redundância e como essa solução pode ajudar a evitar prejuízos dentro de uma organização.

 

A importância de um Plano de Redundância

 

Criar um plano de recuperação de desastres envolve mais do que backup e armazenamento de informações num lugar fora do ambiente físico da empresa.

Os negócios não podem parar. Hoje somos totalmente dependentes da tecnologia para executar nossas tarefas do dia a dia, especialmente as empresas que fazem o uso dos recursos tecnológicos para armazenar e transmitir informações à todo instante. Por isso, é comum a preocupação das organizações em manter a disponibilidade e continuidade do seu sistema, pois a ocorrência de uma falha inesperada absolutamente resultaria em prejuízos financeiros.

Um plano de Redundância de Data Center tem como objetivo fazer com que uma organização sofra um menor impacto e se restabeleça automaticamente, mantendo a continuidade de suas atividades em casos de eventos disruptivos que deixem os recursos de informação fora do ar (parcial ou totalmente).

Ele deve ser implantado após uma análise de impactos que seria causado aos seus negócios na ocorrência de um desastre especificando as ameaças e riscos identificados, como: o impacto causado por uma indisponibilidade; se sua empresa conseguiria prosseguir com suas operações após sofrer um desastre ou por quanto tempo sua empresa pode ficar parada. Após analisar esses dados é elaborada uma estratégia de plano de continuidade para as informações mais importantes que não podem sofrer com paralisações.

O plano de Redundância é uma estratégia de prevenção que garante a disponibilidade e a estabilidade dos ativos de TI mesmo em caso de falhas humanas, tecnológicas ou catástrofes naturais, permitindo que sua empresa continue suas atividades sem interrupções. Isso porque todo o volume de dados que estão armazenados em um Data Center são espelhados em outra infraestrutura distinta geograficamente separada e nela é feita uma cópia íntegra de todas as informações e aplicações de missão crítica.

 

Segurança dos dados armazenados

 

O medo ou até mesmo a falta de informação ainda faz com que muitos CIOs ainda tenham resistência de manter um servidor alocado fora da sua empresa. Mas como já citado, uma infraestrutura interna improvavelmente terá toda a estrutura necessária para manter a segurança dos dados e informações guardadas. Por isso, é imprescindível deixar esse receio de lado e optar pelo que tem o melhor suporte para proteger seu sistema.

No plano de Redundância todas as informações essenciais da sua companhia estarão armazenadas em Nuvem (Cloud Computing) com criptografia de dados, alta disponibilidade e alocadas em um Data Center com uma infraestrutura robusta e moderna, tendo o ambiente totalmente projetado com todos os cuidados necessários (refrigeração do ambiente, monitoramento 24 horas por dia, subestação elétrica própria) que asseguram ainda mais a segurança dos seus dados armazenados, além das manutenções periódicas a fim de evitar possíveis down time dos equipamentos.

Continuous Cloud

 

Falando em segurança do ambiente de TI, é essencial a adoção de um plano de contingência que mantenha a integridade das suas informações e aplicações vitais.

Conheça a Continuous Cloud da Online Data Cloud – a primeira nuvem 100% contínua do mercado. Esse tipo específico de solução permite a recuperação de dados do seu negócio de maneira ágil e segura com RPO e RTO zero e nível de SLA (Service Level Agreement) capaz de entregar o fives nine que representa 99,999% de disponibilidade.

Continuous Cloud

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: